quarta-feira, 7 de maio de 2008

17 anos ....................

Cheios de saudades do meu avô Cascais, já passou tanto tempo, recordo-me do dia como se fosse ontem, as memórias estão todas guardadas comigo, lembro-me da tua voz, do teu olhar ternurento quando iamos aos domingos almoçar a tua casa, de me ajudares com os trabalhos da escola quando vivi em tua casa, e que tu e a avó eram os meus pais durante a semana.
Eu sei que a tua vida foi cheia de trabalho, a 4 ª classe foi feita já eu era nascida, tinhas uma caligrafia linda e uma cultura invejável a muitas pessoas com cursos superiores, eras muito inteligente, mas a tua principal caracteristica era a tua bondade e como gostavas de ter a tua família sempre perto de ti, na altura tinhas 5 netos e agora somos 14 netos e uma bisneta, deixas-te a tua terra natal perdida no meio da serra da malcata, hoje é uma aldeia linda, mas na época era dificil a vida com 4 filhos, deixas-te a tua vida de mineiro e vieste para o litoral bem perto de lisboa, e aqui nasceram mais 4 filhos, 8 no total.
Mas quando estavas a 3 anos de gozares a tua velhice, tudo se desmoronou, o teu coração parou... mas porque? Eu que na altura tinha 14 anos vivi de perto a morte de uma maneira tão trágica, tão violenta e inesperada, nunca me passaria pela cabeça perder-te assim tão rápido.
Sempre me lembro das tuas palavras "filha estuda que eu nunca te verei formada", o teu desejo foi realizado, lembro-me nas alturas mais dificeis da minha vida académica, no meu interior pedia-te forças e quase me atrevia a dizer que te sentia perto de mim, sei que partiste para longe, mas para mim estarás sempre comigo.
Hoje se estivesses presente, deverias estar orgulhoso dos teus netos, que são tantos, irias conhecer a minha Matilde que é a coisa mais linda e iria encher-te de gargalhadas e de boa disposição, às penso como serias agora com quase 80 anos, serias certamente um avô e um bisavô cheio de historias e mistérios que me encantava quando era pequena e me sentava ao teu colo , que saudades.
Avô, as tuas memórias estarão sempre presentes connosco, até os netos que não te conheceram sabem a pessoa boa e generosa que eras, à minha filha irei-lhe sempre dizer quem foi o meu AVÔ Cascais,e quando for oportuno umas flores ela irá por na tua campa.
Até sempre, um beijinho grande daqui até ao céu para ti e para o tio João.

13 comentários:

Dora disse...

Um beijinho enorme deixo aqui para o meu querido "avô" Cascais...
Onde quer que estejas...

Dora

Anónimo disse...

Que linda homenagem.Também tenho muitas saudades passados estes anos todos ainda não me conformei beijinhos para ti meu querido PAI ATÉ UM DIA gabriela

Familia Paiva Alvo disse...

Simplesmente lindo e arrepiante!
O teu avô é uma pessoa super especial...e digo é porque ele continua e continuará vivo no teu pensamento.

teresa disse...

É incrivel como o tempo passa e as pessoas que amámos e que nos marcaram não nos saem do pensamento e do coração.
Bonita homenagem.
Beijos.
Teresa e Matilde.

magic-words disse...

Ai até fiquei com lágrimas nos olhos.
Ele estará sempre vivo nos nossos corações e nas vossas recordações. Será sempre um anjo a velar por ti, pela Gabriela e pela Matilde.
Beijos enormes de uma neta com um avô tão extraordinário como o teu

maezita disse...

O tempo passa mas a saudade fica e cresce connosco. Beijos

Tété & Xavier disse...

Nem sei o que dizer... conheço bem essa dor que sinto também pela falta do meu pai :o(
Que ele vos proteja esteja onde estiver!
Beijo especial a vocês e à tua mamã Gabriela.
Bom fim-de-semana.
Tété & Xavier

Golfinho Filipa disse...

Há saudades que nunca deixamos de sentir... Um beijinho enorme...

Maria disse...

Tão bonitas, as tuas palavras... Bem sei o q é sentir a falta de alguém q partiu e que nós amamos.

Mil beijocas e bom fim de semana

Maria Pereira

Andreia disse...

Adorei as tuas palavras!!!

Que sorte a tua, teres tido uma pessoa assim tão especial e bondosa na vida!!!

Um beijinho muito terno ao teu Avô Cascais

Beijinhos

dangerously in love disse...

Bem..nem sei bem o que dizer..Fiquei emocionada...
Que bom homem que era o teu avô.
beijinho grande

Anita disse...

a dor de perder que amamos nunca passa....
um grande beijinho para ti, para a princesinha matilde e para a tua mamã

Anabela disse...

É bom ler essas tuas palavras e o carinho que transpareces nelas.

Bjs